Morte por meningite preocupa vereadores de Maricá

25.05.2017

                                                                  Líder do governo na Câmara, Fabrício Bittencourt                 foto Adriana Reis

 

A morte de uma criança de quatro anos,  por meningite, gerou discussão durante sessão ordinária da Câmara Municipal de Maricá nesta quarta-feira. Os parlamentares fizeram um minuto de silêncio no início da sessão em respeito pelo falecimento. Os vereadores Filippe Poubel (DEM) e Ricardinho Netuno (PEN) pediram atenção da Secretaria de Saúde para uma possível epidemia. Já Felipe Auni (PSD), presidente da Comissão de Saúde, explicou que a Secretaria de Saúde investiga mais um caso suspeito envolvendo uma outra criança de um ano e onze meses.

 

“Estive na escola onde o garoto estudava e vi muitas mães preocupadas sem saber o que está acontecendo e reclamando da falta de informações. É um caso muito preocupante”, disse Netuno que participou de uma reunião com a Vigilância Epidemiológica na escola. "As mães presentes se sentiram muito fragilizadas porque apenas a turma desse menino recebeu antibiótico para ajudar na imunização. As turmas ao lado que encontraram a criança não tiveram assistência”, afirmou.

 

Felipe Auni, presidente da Comissão de Saúde, leu em plenário um ofício enviado pela Secretaria de Saúde sobre o caso. “Foi acordado que seriam feitas orientações e esclarecimentos sobre meningite. Os responsáveis pela escola contataram os pais para irem ao local com carteiras de vacinação para avaliação da equipe. Foi feita medicação de bloqueio em 20 alunos e três professores”, assegurou.

 

A demora na divulgação do resultado do exame de sangue despertou a preocupação de Filippe Poubel. "Doze horas depois da entrada é que foram diagnosticar uma suspeita de meningite. Os exames de sangue da nossa cidade estão sendo executados em outro município", afirmou.

 

Segurança - O vereador Rony Peterson (PR) disse na tribuna que pedirá ao Executivo uma expansão da gratificação que dará aos policiais militares que trabalham na cidade. Ele pediu que o aumento seja concedido também aos policiais do Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv).  “Quero esse subsídio para os policiais rodoviários da Serra. Tenho conhecimento que esse projeto está na Procuradoria. Torcemos que venha para Casa o quanto antes. Tenho certeza que essa classe precisa de um subsídio, visto que o Estado faliu", disse.

 

Tatai do Sacolão (PTB) relatou mais uma vez a violência no bairro de Santa Paula. "Um funcionário meu disse que havia meliantes na Estrada de Santa Isabel. Liguei para o Capitão Barreto que enviou homens de moto lá, mas quando chegaram eles já tinham se evadido. Vamos solicitar limpeza à Secretaria de Conservação”, comentou.

 

Frank Costa falou sobre a reunião do Conselho de Segurança de Maricá que aconteceu na terça-feira para discutir os assaltos em São José do Imbassaí. "Perguntei sobre aumento de efetivo e não há nenhuma previsão. Uma moradora fez um pedido afirmando que a falta de placas com os nomes das ruas  dificulta o trabalho de bombeiros e policiais”, relatou.

 

Reajuste salarial da Guarda– O projeto de reajuste salarial que será concedido à Guarda Municipal foi novamente apresentado na Câmara pelo líder do Governo, Fabrício Bittencourt (PTB). Ele informou que já no próximo mês os profissionais  receberão alguns benefícios. “Em junho será dado os 10% de periculosidade à guarda. Esses números são para a primeira e segunda turma. Essa segunda turma difere um pouco no último ano. A matéria é uma conquista, um avanço” comemorou o vereador.

 

Entenda os valores

- Primeira Turma (sem acréscimo de 10% de periculosidade):

2017 - R$ 2.478

2018 - R$ 2.799

2019 - R$ 3.464

2020 - R$ 4.443

 

- Segunda turma (sem acréscimo de 10% de periculosidade):

2017 - R$ 2.200

2018 - R$ 2.476

2019 - R$ 2.971

2020 - R$ 3.765

 

- Terceira turma (sem acréscimo de 10% de periculosidade):

2017 - R$ 1.669

2018 - R$ 1.869

2019 - R$ 2.463

2020 - R$ 2.850

 

Outros vereadores da Casa reconheceram a necessidade de revisão do Plano de Cargos e Salários dos servidores e parabenizaram a guarda pelo trabalho na cidade. "Venho falar sobre a mensagem da prefeitura do Plano de Cargos e Salários. Quero agradecer aos vereadores que lutaram para chegar ao consenso. Vai ter 40% de imediato e conseguimos a segunda parcela de 20% no ano subsequente a partir de janeiro. Com os 30% de periculosidade conseguimos chegar aos 40%. Somando isso temos em seis meses um reajuste de 70% do salário", explicou Marcus Bambam (PV).

 

Educação – Fabrício Bittencourt também comentou sobre o Programa Pré-Enem que já tem mais de mil inscritos. “Ano passado o pré-enem resultou em mais de 100 jovens aprovados para universidades públicas”.

 

Carnaval fora de época - Felipe Auni (PSD) defendeu mais uma vez seu projeto de lei que institui o Carnaval fora de Época na cidade e que rendeu muita discussão na sessão anterior. "Todos acham que os royalties são infinitos? Acham que vamos continuar com a mesma arrecadação? Precisamos aumentar a oferta de emprego e arrecadação. Precisamos propor projetos assim nessa Casa. Viso, sim, aumentar a oferta de emprego. Porque senão isso vai acabar no nosso município. Aí sim, não teremos educação e saúde nessa cidade”, concluiu.

 

Projetos de Lei – Serão votados nas próximas sessões três projetos de lei. De autoria do vereador Robgol (PT), o primeiro PL denomina a Rua Petrópolis como Rua Júlio Ferreira da Silva, em Ubatiba.

 

O segundo projeto, de autoria de Ricardinho Netuno (PEN), dispõe sobre o Programa de Valorização e Incentivo à Agricultura Familiar em Maricá. "É um projeto que incentiva a agricultura familiar. Queremos valorizar a agricultura e fazer com que famílias produzam seu próprio alimento. No artigo 6º faculta-se à prefeitura colocar engenheiros agrônomos para instruir. Sugiro o caminhão do legume, como há o caminhão do peixe”.

 

O último projeto, de Felipe Auni, institui no âmbito do município o concurso de dança tradicional, Grande Arraiá.

 

Moções – Foram concedidas sete moções de aplausos. Três foram dadas para os bombeiros militares, sargento Allan Pessanha; subtenente, Luis André Pereira e ao sargento Eduardo Pereira. O bombeiro Joanilto Sodré também foi agraciado, mas por problemas de saúde não pôde comparecer. 

 

Também foi dada moção de aplausos ao delegado Júlio César Mulatinho e ao comissário de polícia, José Renato Oliveira, que foram transferidos da delegacia de Maricá para Iguaba Grande, na Região dos Lagos.

 

 

 

O capitão Marcelo Barreto, na foto com o vereador Felipe Paiva (PCdoB) da 6ª Companhia de Policiamento também recebeu moção, além do 2º sargento, Cláudio Renato da Silva. O arquiteto, Raimundo da Silva Morais também foi homenageado por meio de moção.

 

 

 

 

 

 

Facebook
Twitter
Linkedin
Pinterest
Google+
Please reload

2017 @ TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
Desenvolvido por Paula Celestino