Copa Brasil de Downhill reuniu pilotos de vários estados em Teresópolis


O fim de semana foi movimentado Teresópolis, cidade da Região Serrana fluminense. Realizada na pista do Vale da Lua, a 1ª Etapa da Copa Brasil de Downhill Individual reuniu 42 pilotos de várias cidades, principalmente dos estados do Rio de Janeiro, São Paulo e Minas Gerais. Primeira competição do ranking nacional, a Copa abriu o calendário da Confederação Brasileira de Mountain Bike (CBMTB), classificando os primeiros colocados para a Descida das Escadas de Santos em 2018, a mais famosa prova do país.


“A abertura de tão importante competição em Teresópolis aqueceu o turismo e o comércio local e entrou para a história esportiva do município”, pontuou o secretário municipal de Esportes, Luiz Otávio Oliveira. “Também trouxe turistas, movimentou hotéis, restaurantes, postos de combustível e o comércio”, acrescentou Carlos Patron, um dos organizadores da prova.


Recebidos pela Secretaria de Esportes, cinco atletas da equipe Aparecida Racing, de São Paulo, ficaram concentrados no alojamento do Ginásio Pedrão. “Fomos muito bem recebidos, o secretário logo ofereceu o alojamento, onde ficamos. Nota 10”, enalteceu Maria Augusta Cipro, que acompanhou a equipe com João Batista Euzébio, da Secretaria de Esporte, Juventude e Lazer de Aparecida.


Esporte radical


Saltos e manobras radicais marcaram a prova na trilha do Vale da Lua, que foi aprovada pelos competidores. “Eu sempre venho aqui, a pista é demais. As rampas são altas, muito boas para os saltos”, disse Marcos Ribeiro Ulrich, 13 anos. De Guapimirim, ele foi o 1º colocado na categoria Infanto-juvenil. “É uma pista completa, com trechos maneiros, perfeita demais para o Downhill”, completou Daniel Siqueira, de Cachoeiras de Macacu, competidor da categoria Sub-23.


Um dos primeiros colocados no Brasileiro da modalidade em 2016, Wallace Miranda, de Aparecida/SP, se classificou na 3ª posição na categoria Pro. “Essa é a abertura oficial da Copa Brasil em Teresópolis, uma pista divertida pra caramba. O pessoal recebeu a gente muito bem e se interessa pelo esporte. Gratificante demais estar aqui com a galera competindo”, comentou.


Para o colaborador Marcos Ulrich, a realização da Copa Brasil de Downhill em Teresópolis facilitou a participação dos atletas do Rio de Janeiro. “São cinco etapas, que acontecem geralmente em São Paulo ou Minas Gerais, sempre restrita nesse eixo. Agora conseguimos trazer para o Rio de Janeiro, ampliando a possibilidade de os atletas de Downhill do estado participarem da Descida das Escadas de Santos”. (foto Ascom/PMT)