Pré-campanha pelo comando da OAB-RJ é denunciada na Polícia Federal


O blog da colunista Berenice Seabra, do jornal carioca Extra, publica hoje uma séria denúncia sobre as eleições na OAB-RJ.


Segundo a colunista, a eleição para a presidência da seção fluminense da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-RJ) só acontece no ano que vem, mas já virou caso de polícia.


Depois de receber dez reclamações sobre uma estranha “pesquisa de opinião’’ , feita por telefone com os advogados, a Ordem entrou com uma notícia crime na Polícia Federal.


Lista falsa


Os advogados eram convidados a responder a um extenso questionário, coisa de 20 minutos de conversa telefônica, com perguntas que vão desde a avaliação da atual gestão até em quem pensam em votar.


Dos nomes dos “candidatos” citados, apenas um já se declarou postulante ao cargo. A queixa feita à polícia foi acompanhada de uma gravação da tal ligação-pesquisa.


Alvo


É fácil entender o interesse no comando da Ordem, que só no Rio tem 150 mil filiados, que pagam, por ano, a contribuição de R$ 845, além do poder e da tradição da instituição.